Redes Sociais

Curta ou Envie este Site
Compartilhe no Twitter
Baroak no Facebook
Visite a FanPage


Enredo

Beatriz Comarin é uma adolescente de treze anos que vive o conflito de sentir-se excluída do grupo de pessoas de sua idade abrindo-se, apenas, às estrelas do céu – suas amigas confidentes. A mudança em sua vida começa quando seu pai, Carlos Comarin, é transferido, a trabalho, para os Emirados Árabes e ela e sua mãe Helena são obrigadas a segui-lo. Ao contrário do que imaginava, que ficaria mais infeliz, pois seria cada vez mais cerceada pelos cuidados da familia, Bia se identifica com o povo e começa a se sentir mais liberta. O tempo passa e antes de voltar ao Brasil, vai ao mercado popular com a intenção de levar daquele lugar uma lembrança de uma época boa de sua vida. Então, a jovem compra um pote de cristal em formato de estrela das mãos de uma mercadora que a aconselha a abrir apenas quando realmente precisar.

A família volta e Beatriz retoma as aulas no mesmo colégio. Numa festa onde está toda sua turma a adolescente sofre o maior vexame de sua vida, e o pior – descobre que Rodrigo, sua paixão, está namorando sua rival, a autora da achincalhação.

Desorientada, corre para casa e se tranca em seu quarto. Abre as janelas e entre lágrimas pede auxilio às estrelas. No mesmo momento, um feixe de luz toca o pote árabe e o torna resplandecente. Beatriz retira a tampa e um aroma de baunilha e canela vem acompanhado por uma fumaça furta cor que aos poucos toma forma humana. Clair Baroak, uma djinn para os orientais, um gênio para os ocidentais, entra em sua vida e a transforma completamente.

Entre conflitos adolescentes, paixões, dissabores, festas, viagem ao Chile, à Europa, e projetos de vida, a personagem cresce. Aos dezoito anos, Beatriz começa a ter visões e sente que sua vida não pode ser tão comum: Ela precisa ter algumas respostas. Clair Baroak a leva para conhecer o mundo dos djinns. Bia não só aprende sobre o mundo místico, como acaba fazendo parte de uma história que está apenas no começo. Ela se apaixona por Pietroh Baroak, irmão de Clair. O djinn é o escolhido para ser o sucessor de seu pai Joak Baroak, responsável pelo equilíbrio entre gênios bons e maus. Devido ao amor entre Beatriz e Pietroh o equilíbrio está ameaçado, pois pelas escrituras do mundo dos djinns, é extremamente proibido um gênio relacionar-se com humanos. Para piorar, a prima de Pietroh, Manuhela Baroak, é sua prometida e descobre que pode perdê-lo para Beatriz. Enciumada, Manuhela fala aos djinns juízes sobre o relacionamento entre o primo e a humana. A família Baroak é presa e condenada a viver eternamente no inferno. Pietroh é julgado pelos juízes e por um falso juiz que trabalha a serviço de Iblis (Lúcifer) e é condenado ao aniquilamento. Mas o poder do amor de Bia e a fé que ela sempre teve, abre um portal para um anjo salvá-lo.


Deixe seu Comentário

Topo! copyright © 2011 · cris motta | projeto dotweb
Links sociais:
FACEBOOK
YOUTUBE
Skoob Livro
Skoob Autora